Lute suas batalhas

Todos temos lutas e batalhas na vida. A questão não é se vamos lutar ou não, mas o quanto lutaremos. O problema é estar na luta errada. O apóstolo Paulo escreveu em uma de suas cartas: “Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo e não luto como quem esmurra o ar” (1 Coríntios 9:26). Ele sabia que lutava, mas declarou que não lutava sem propósitos.

Como estão suas lutas? Pelo que você tem lutado? Alguns de nós precisaram vencer ainda no ventre materno uma grande batalha para conseguir vir ao mundo. Alguns lutaram para nascer devido a problemas de saúde ou mesmo por sobreviver a um processo de aborto. Mas, lutaram e venceram ao nascerem!

Muitos também atravessaram em sua primeira infância grandes lutas. Alguns lutaram contra a pobreza e desnutrição, outros enfrentaram lares disfuncionais, outros sofreram abusos sexuais e venceram brigas e divórcios dos pais. Enfim, apesar de uma infância difícil, lutaram contra seus traumas, mantiveram-se saudáveis e venceram, desde cedo.

Muitos lutaram muito na adolescência. Lutaram e venceram os turbulentos anos típicos desta idade. Enfrentaram bullying na escola, crises existenciais, conflitos familiares, tentações e apelos das drogas, do álcool e das escolhas destrutivas. No entanto, venceram em meio às pressões.

Muitos enfrentaram grandes crises na juventude. Passaram por injustiças sociais, namoros problemáticos, relacionamentos destrutivos e desafios familiares. Muitos lutaram por seus estudos e suaram muito para entrar no mercado de trabalho. Alguns jovens lutaram duramente contra o medo e a depressão. Mas conseguiram enfrentar, sobreviver e vencer suas lutas da juventude.

Talvez sua luta foi pelo casamento e pela família. Talvez você precisou enfrentar um cônjuge irresponsável que traiu, decepcionou e desistiu de você. Mas, se você lutou até o fim, você também venceu. Porque o fracasso não é apenas a ausência de vitória, é a desistência pela falta de garra para lutar! Você venceu com sua consciência e fé em Deus! Como você está? Está enfrentando em sua vida hoje lutas? Quais são elas? Tenho visto em nossos dias muita gente com sérios problemas porque estão lutando lutas erradas. Ou então, estão simplesmente lutando a luta dos outros e não suas próprias lutas. Entenda, nem tudo que é bom, é bom de fato para você! Não entre em qualquer luta, avalie bem a causa em que você entrar. Hoje, tenha fé e coragem. Deus capacita você para lutar suas verdadeiras batalhas! “Para isso eu me esforço, lutando conforme a sua força, que atua poderosamente em mim” (Colossenses 1:29). Ele dá a você força para vencer! E Ele também concede sabedoria para você discernir qual é sua luta, e qual a melhor hora de lutar!

Lute por sua vida, sua família, seu casamento, seus filhos, por seus estudos e trabalho. Lute pelo pobre, pela justiça, pela fé, lute sempre com princípios e valores, como Jesus lutou por sua vida ao vencer o mal e suas tentações, ao vencer na cruz por amor a você!

Não lute por aceitação alheia, não lute por religiosidade, fanatismo legalista, por aparências, inveja, ciúmes ou pura competição e rivalidade. Decida quem, de fato, você precisa agradar! Nossas lutas internas e a luta contra nossa natureza carnal, pode ser nossa maior luta. E nunca se esqueça que o seu próximo não é seu inimigo! Não julgue ninguém, antes, ame, perdoe e siga seu destino! Não desista! Lute! O Senhor estará sempre lutando ao seu lado, se as suas lutas forem também as Dele, para você e por um mundo melhor..

Dez princípios para um grande ano novo

Nosso ano novo começou. Temos 50 semanas para vivermos um grande ano. Nesta perspectiva de um novo começo, quero escrever sobre 10 princípios para você terminar muito bem, para que, no que depender de você, você viva o melhor ano de sua vida.

Cuide da saúde: Sua saúde é um presente de Deus e está 100% relacionada à sua qualidade de vida e bom desempenho em outras áreas. Ela não depende somente de sua vontade, mas a manutenção dela, em boa parte, sim. Quando foi seu último check up? Faça uma revisão geral sobre os cuidados para que você tenha boa saúde física, mental e emocional.

Tenha equilíbrio na alimentação: Alguns dizem que somos o que comemos. Não é sobre somente o que comer, mas quanto e quando, tudo em equilíbrio e harmonia. Seja seletivo e converse com profissionais da área que o ajudem a comer melhor.

Administre suas finanças: O livro de Jaime Kemp, “Até que as finanças vos separe”, fala sobre os problemas conjugais oriundos da má administração dos recursos financeiros. Este é um assunto que todos precisam cuidar bem. Vivemos no país com os juros mais caros do mundo e precisamos ser sábios em cada escolha.

Priorize a família: Sua família é seu maior patrimônio. Não é um jargão, mas uma verdade. Ninguém estará bem se sua família estiver mal, portanto, invista e cuide de sua família.

Revise seus relacionamentos: Relacionamentos podem nos elevar ou afundar. Se somos dependentes de relacionamentos doentios, ficaremos doentes também. Ande com pessoas saudáveis, honestas, de caráter.

Ame seu trabalho: O trabalho não pode ser um fardo, pois é uma benção de Deus. Trabalho é mais que um emprego, é uma virtude. Deus é o criador do trabalho. Tenha prazer em trabalhar, produzir e empreender para si e para sociedade.

Cuide do seu coração: Segundo o sábio Salomão, do coração procedem as fontes da vida. Ele é o responsável por nossa qualidade de vida interior. Ame e perdoe, proteja e guarde seu coração de sentimentos negativos.

Cultive fé: Aplicar uma vida de fé é fundamental para manter a qualidade de vida. Está cientificamente provado que pessoas com fé vivem melhor. Não falo de uma fé religiosa, fundamentalista e puritana, mas de uma fé livre, amorosa, graciosa, leve.

Encontre o descanso: O descanso foi criado por Deus e é sagrado. Não é o Domingo ou Sábado que são sagrados, mas o princípio de parar para descansar. Não somos máquinas e precisamos do dia de folga, das férias, do dormir bem e se renovar.

Leve o lazer a sério: Quem trabalha com as mãos precisa de um descanso para o corpo, e quem trabalha com a mente precisa de um hobby com as mãos. O lazer alegra a alma, renova a criatividade e refaz a sanidade. Quem nunca tem lazer, acaba doente, ansioso ou depressivo. Aprenda a não fazer nada sério, apenas se descontrair.

Creio que você pode viver um grande ano. Viver bem e com equilíbrio estes 10 princípios ajudará você para os seus próximos passos. Tenha um lindo ano!.