A vida e as mudanças do mundo

Heráclito de Éfeso, filosofo e pensador, sentenciou com sabedoria: “Um mesmo homem não pode entrar no mesmo rio duas vezes, primeiro porque as águas do rio já não mais as mesmas e nem o homem”. Como você lida com mudanças? Onde há vida, há mudanças, elas são inerentes a viver. Para a vida humana, o natural é que mudanças apontem para algo melhor, não somente para si, mas também para o próximo. Na tecnologia e no mercado, a regra é: ou muda agora, ou muda depois. Não há possibilidade de acomodação. Quem faz leituras corretas e se antecipa em mudar, estará em vantagem e ditará tendências.

Se você não gosta de mudanças, terá problemas grandes. A sociedade está mudando; para melhor ou pior, pode ser relativo. Creio que sempre conviveremos com as duas realidades. O fato é que desde a civilização romana já se sentenciava: “Tempora mutantur, nos et mutamur in illis” “Os tempos mudaram e nós mudamos com eles”. Quem não muda, se prepara para se isolar, perder e até morrer.

O mundo que deixaremos para nossos filhos e netos será muito diferente do que conhecemos hoje. Podemos, é claro, fazer muitas projeções sobre o futuro da sociedade mundial, no entanto, admitiremos que são apenas especulações. O que antes era sutil e lento, hoje, acontecem rapidamente. Exemplo disso, é a velocidade do processo que culminou na queda da “Cortina de Ferro” comparado a velocidade das mudanças atuais. O mundo mudou radicalmente nas últimas quatro décadas, após os atentados terroristas nos EUA em 11 de setembro de 2001. Será que estamos emocional e espiritualmente preparados para viver em um mundo assim?

A vida é dinâmica, e o homem sempre teve que conviver com constantes transformações. Será o efeito da alta tecnologia, o mundo world wide web? Creio que sim. A tecnologia e a internet continuarão influenciando e mudando o mudo on time.

Nossa alma está bem para caminhar ao lado destas mudanças e fazer as mudanças externas sem prejudicar nossa vida interior? Em Seus Evangelhos, Jesus afirmou por três vezes: “Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão” (Marcos 13:31). Alimente-se diariamente da Palavra bíblica da fé, estável em um mundo instável. Tudo passará e mudará.

Monge Agostiniano, convertido à fé cristã reformada, Martinho Lutero, quando compôs seu hino “Castelo Forte”, lembrou: “Embora a vida vá, sei que a Palavra ficará, sabemos com certeza”. Em dias de mudanças e instabilidade, seja virtualmente ou fisicamente, saiba que a única coisa que você poderá controlar, é o quanto você confiará em Deus a despeito das mudanças e das circunstâncias da vida pós-moderna..