Que venha o Natal de Jesus

Chegamos ao mês de dezembro, época de celebrar o Natal, o nascimento do nosso Salvador, como assim relembra a antiga canção de John Lennon,”Chegou o Natal, a festa cristã, do velho e do novo!” O Natal é a celebração da vida, o dia em que Deus nasceu no mundo em forma de uma criança, trazendo paz, luz, amor, esperança, uma nova aliança e uma nova vida para humanidade. Jesus de Nazaré, nasceu em Belém como uma criança humilde e marginalizada e encontrou todos e todas neste mundo, oferecendo-lhes a presença de Deus e a reconciliação com Ele!

Sobre o nascimento de Jesus, sabemos muito pouco. Ele nasceu antes da morte de Herodes Magno (Mt 2.1; Lc 1.5), que faleceu na primavera de 750 da era romana, ou seja, no ano 4 antes de Cristo. Conforme estudos, o ano mais provável do nascimento de Jesus é 7 ou 6 antes da era cristã. Não foi na época do inverno (Lc 2:8), porque segundo a referência, o rebanho de ovelhas dormia ao relento, o que não ocorre no inverno do norte.

Somente a partir do ano 350 o Natal começou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Em torno da escolha desta data, há uma longa história. A comemoração do Natal de Jesus surgiu de um decreto. O Papa Júlio 1º decretou em 350 que o nascimento de Cristo deveria ser comemorado no dia 25 de dezembro. O calendário que adotamos hoje é uma forma recente de contar o tempo. Foi o Papa Gregório 13 que decretou o seu uso através da Bula Papal “Inter Gravissimus” assinada em 24 de fevereiro de 1582. A proposta foi formulada por Aloysius Lilius, um físico napolitano e aprovada no Concílio de Trento (1545/1563). Nesta ocasião foi corrigido um erro na contagem do tempo, desaparecendo 11 dias do calendário.

O fato interessante desta correção é que o Solstício do Inverno foi deslocado para outra data. Dependendo do ano, o início do inverno se dá entre o dia 21 e o dia 23 de dezembro. Assim, mesmo a razão fundamental para a comemoração do nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro tenha se perdido com essa mudança no calendário, o Natal continuou a ser comemorado no dia 25 de dezembro.

Para nós, do Hemisfério Sul, há menos razões ainda para se comemorar o Natal no dia 25. Nesta data vivemos os primeiros dias do verão e não do inverno. Porém, herdamos as tradições cristãs que vieram do Hemisfério Norte e, seja você um cristão ou não, cada vez que você escreve uma data, está fazendo uma referência direta ao nascimento de Jesus Cristo!

O mais importante de tudo é o fato de que vale celebrar este ato de amor maravilhoso de Deus: Ele veio ao mundo e inaugurou uma nova vida entre nós. Vamos celebrar o nascimento do Rei dos reis, Jesus Cristo, o Filho de Deus, e não vamos nos entristecer talvez porque o dinheiro anda curto e o orçamento não vai dar para comprar todos os presentes. Afinal, o aniversariante só quer nosso amor. Que venha o Natal e tenha um lindo e iluminado dezembro!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *