Um mundo de mudanças

A mudança é inerente à vida. Onde existe vida animal, vegetal ou humana, é necessário passar por ciclos e estações de mudanças. Nesta era em que vivemos, as mudanças nos processos culturais, comerciais, sociais e tecnológicos são ainda mais aceleradas. Se você não gosta de mudanças, terá sérios problemas com o tempo presente. Definitivamente, o mundo que deixaremos para nossos filhos e netos será muito diferente de como o conhecemos hoje. O fato é que, desde a civilização romana, já se sentenciava: tempora mutantur, nos et mutamur in illis, ou seja: “os tempos mudaram e nós mudamos com eles”. Quem não mudar, pode se preparar para se isolar, perder e até morrer.

A sociedade mudou e está mudando – se para melhor ou pior, será sempre uma questão relativa. No entanto, creio que sempre conviveremos com as duas realidades. Essas mudanças à nossa volta são constantes e cada vez mais rápidas, e nem todas são positivas. Penso que podemos fazer hoje muitas projeções sobre o futuro da sociedade mundial, mas se formos sóbrios e sensatos, vamos admitir que não passarão de especulações.

Um fator interessante sobre as mudanças é a velocidade e intensidade com que acontecem. Há tempos atrás, as mudanças eram mais sutis e emitiam sinais mais perceptíveis. Se você tem mais de 45 anos, por exemplo, se lembrará bem de como foi o processo da queda do comunismo na Europa, a unificação da Alemanha e a queda da URSS.

Podemos pensar por exemplo, em quantas mudanças estão sendo geradas em nosso país, desde que a operação Lava Jato da Polícia Federal entrou em ação. Hoje em sua 60ª fase, continua prendendo corruptos, sejam empresários, magistrados ou políticos. E como vivemos em um mundo completamente interligado, quase 20 países já começaram a apurar judicialmente supostos recebimentos de propinas por parte de grandes empresas denunciadas pela operação brasileira, que também influenciou grandemente o processo eleitoral no Brasil do ano passado. Todos sabemos e sentimos os efeitos destas mudanças no dia a dia; estamos todos conectados nesta “world wild web”! Em minha opinião, a tecnologia e, em especial a internet, continuarão influenciando o mundo para grandes mudanças e gerando muita instabilidade. Não param de chegar notícias de turbulência na economia, política, clima e religião.

Como vamos viver e conviver nesta época, sem perder a essência da nossa humanidade? Jesus afirmou por 3 vezes: “Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão” (Marcos 13:31). Alimente-se diariamente do que é estável em um mundo instável. Tudo mudará e passará, e vamos continuar mudando, então, permaneça firme nos princípios de vida da Bíblia. Veja Israel, uma nação de tantas mudanças, em que o valor da Bíblia é visível em todas as suas decisões, uma nação que alia o mais alto desenvolvimento tecnológico com a confiança nas promessas da Palavra de Deus, feitas ao seu patriarca Abrão, o pai da fé judaica e cristã.

Martinho Lutero, monge agostiniano convertido à fé reformada, quando compôs seu hino Castelo Forte, lembrou: “Embora a vida vá, sei que a Palavra ficará. Sabemos com certeza!” Em dias de mudanças e instabilidade, você poderá não controlar muitas coisas, mas saiba que a única coisa que poderá controlar é o quanto você confiará em Deus, a despeito das circunstâncias da vida..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *